sábado, 28 de novembro de 2015

20 Regras do desapego segundo o livro "Não se apega, não"

Luana Natyele
Se tem uma coisa na vida que a gente precisa aprender desde cedo é desapegar, desapegar as vezes é precisa seja aquele boy magia, aquela amiga sem futuro e aquele passado que deveria estar no passado! Desapegar pode até ser difícil no começo, mas você vai ver o quão valeu a pena no final das contas. Esses dias terminei de ler o livro da Isabela Freitas o Não se apega, não quem dera eu tivesse lido este livro antes de algumas decepções amorosas, quem dera... Bom o livro a Isabela dá varias dicas sobre a hora certa de desapegar e como desapegar, ela deu vinte regras para você desapegar... Vamos desapegar do que nos faz mal? E se apegar do que nos faz bem?


1- Odiar as pessoas não leva a nada. O ódio corrói nosso coração e o deixa fraco pra receber amor.
2- Fingir que sou insensível e que não me importo não funciona. Eu me importo, sim. E eu choro muito também. E que se dane o que as pessoas pensam disso.
3- Não adianta tentar segurar as pessoas na nossa vida. Se elas precisam ir, deixe que se vão. O que for de verdade, volta. Se você vai querer de volta, bem, isso a gente não tem como saber, né?
4- Mudar as pessoas não é algo que esteja a seu alcance. As pessoas só mudam quando querem mudar. E, geralmente, elas não querem.
5- Fugir das coisas não me livra delas. Só agenda o sofrimento mais para a frente.
6- As pessoas são falsas, e sempre que tiverem uma oportunidade vão te apunhalar pelas costas. Pelo menos grande parte delas. É que ser verdadeiro é muito difícil.
7- Amigo de verdade é raro e 90% daqueles que você considera "amigos” são apenas morcegos sugadores de felicidade.
8- Os homens não são todos iguais. Alguns apenas ainda não amadureceram, assim como as mulheres.
9- O amor não é brega. Brega são os que não dão uma chance ao amor.
10- Desistir do outro não é fracassar. É ter a consciência de que algumas pessoas simplesmente não valem o seu esforço. Se não há reciprocidade não é amor. É insistência.
11- A saudade é urgência de amar.
12- A maioria não está sempre certa. Às vezes a perfeição jaz na exceção.
13- Sorrisos são sempre bem-vindos. Mesmo que dados por um desconhecido na rua.
14- O mundo gira. Nenhuma tristeza é tão eterna que não deixe um espacinho para a felicidade.
15- Cair de cara no chão é normal. O difícil é saber se reerguer com um sorriso no rosto.
16- Quem é inteiro não precisa procurar pela sua metade.
17- Deixar o passado no passado é realmente muito difícil. Mas precisamos disso para seguir em frente.
18- Eu não preciso ser a “única” de ninguém. Preciso ser a única de mim.
19- É preciso acreditar nas pessoas, mesmo quando nem elas mesmas acreditam.
20- Ter a urgência de ser feliz te impede de ser realmente feliz. Deixe que a vida aconteça, porque ela acontece quando estamos distraídos demais para planejá-la.“

E aí, vamos desapegar? Vamos ser feliz!

4 comentários:

  1. Todos deveriam ler. Lição de vida hehe
    Muito amor ♥
    Menina Caprichosa.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei, super legal o post, amo esse livro! Beijos linda <3

    Visita lá, http://blogbaudefeminices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amei esse livro, em breve faço resenha do mais novo livro da Isabela! ♥

      Excluir

E aí, Dresch? - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: EveryDay.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo